escorpião 2

Aparecimento de escorpiões assusta moradores do Jardim da Colina

escorpião 2

Segunda a moradora do bairro, Letícia Valim de Giorge, os escorpiões têm aparecido com freqüência nas residências do local

O constante aparecimento de escorpiões está assustando moradores no Jardim da Colina. Segundo os habitantes do bairro, os bichos têm invadido até mesmo  suas casas e o problema persiste há mais de um ano, sem que nenhuma providência tenha sido tomada. Por essas circunstâncias, eles decidiram se reunir para conseguir alguma resposta e afirmaram já terem entrado em contato com o Centro de Zoonoses da cidade que, inclusive, verificou os locais onde os bichos estão alojados.

“Pelo fato desses escorpiões estarem em terrenos particulares, nos aconselharam a correr atrás e continuarmos ligando no 156, visando acionar o Urbanismo para notificarem os proprietários destes terrenos a se responsabilizarem pela limpeza do local, além do Saema, para fazer a detetização do bairro. Inclusive, seguimos todas as orientações que nos foram dadas para evitar acidentes, mas na verdade precisamos que alguma providência seja tomada pela Prefeitura”, afirmou Letícia Valim de Giorge, dentista e moradora do bairro.

Letícia relata que houve um caso de acidente com esse tipo de aracnídeo. “Já aconteceu de um cachorro ser picado por esse animal, mas poderia ser alguma criança pelo fato de morarem muitas famílias aqui no bairro. Nós, que somos pais, estamos com medo de nossos filhos sofrerem algum acidente com esses escorpiões, pois eles chegam a invadir as casas daqui do bairro. Houve morador que já encontrou 12 escorpiões dentro de sua residência. Realmente estamos muito assustados com essas aparições”, apontou a moradora.

Questionada sobre o assunto, a Administração Municipal informou que, segundo o setor de fiscalização urbana, todos os casos de terrenos com mato alto, que chegam ao conhecimento do departamento por meio de denúncias ou diligências, têm sido notificados pelos fiscais. Essas notificações, inclusive, saem na imprensa oficial, em publicação oficial, como manda a legislação. São dados os devidos prazos para que os proprietários solucionem o problema, procedimento após o qual a lei segue sendo aplicada. Quando há necessidade, outros setores são acionados, entre eles o de Controle de Zoonoses.

Em relação ao caso abordado nesta reportagem, o setor de fiscalização da prefeitura solicitou a localização exata do lote para que a verificação seja feita na próxima semana, a partir do fornecimento das informações solicitadas.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Copyrıght Grupo Opinião. Todos os direitos reservados.