IMG_5802

Araras está entre as 50 melhores cidades brasileiras para fazer negócios

Cidade ganhou 11 posições de 2016 para 2017 devido, principalmente, à movimentação financeira e o saldo ‘A maior’ de empregos gerados este ano

“A geração de novos postos de trabalho foi o principal item para estarmos entre os 50 municípios que reúnem condições favoráveis para a implantação de novas empresas”, diz Pedrinho Eliseu

“A geração de novos postos de trabalho foi o principal item para estarmos entre os 50 municípios que reúnem condições favoráveis para a implantação de novas empresas”, diz Pedrinho Eliseu

Desde 2014, a Urban Systems elabora, a pedido da revista Exame, um ranking dos 100 municípios brasileiros que reúnem as condições mais favoráveis para a instalação de empresas. São considerados os que têm mais de 100 mil habitantes. “Cidades em que a sociedade civil é provocada a pensar no futuro costumam ter bons indicadores sociais e ser bons locais para fazer negócio”, afirma Thomaz Assumpção, presidente da consultoria. No levantamento da Urban Systems são checados 28 indicadores de desenvolvimento social, capital humano, infraestrutura e desenvolvimento econômico. A melhoria dos indicadores fiscais, somada à abundância de universidades e escolas técnicas e à maior oferta de transporte público no Brasil, deu a São Paulo o título de melhor cidade para fazer negócio.

Araras, que ocupava a 53ª posição em 2016, este ano está no 42º lugar. “Recebi a notícia com muita alegria. Temos feito um esforço grande nesta área, especialmente no que diz respeito à desburocratização da administração e do desenvolvimento econômico e isso fez com que Araras melhorasse sua posição”, ressaltou o prefeito Pedro Eliseu Filho (PSDB) ao Opinião.

O fato de Araras ter ganho 11 posições em relação ao levantamento anterior é avaliado com entusiasmo pelo chefe do Executivo, até porque parte da análise dos dados refere-se à gestão que vem empreendendo desde janeiro, quando assumiu o governo. “Isto decorre principalmente da movimentação financeira e do saldo ‘A maior’ de empregos gerados em 2017. Em 2016 foram menos 98 vagas e em 2017 808 ‘A mais’ empregos com carteira assinada”, frisa Eliseu Filho, que complementa: “Esse fator garantiu dois pontos no índice de avaliação da cidade, sendo um dos que mais contribuem. Os outros a maioria equivale a 0,5”.

Para o prefeito de Araras, “o que precisamos fazer para continuar ganhando posições é oferecer garantias às empresas ararenses para que aumentem operações gerando empregos e renda, continuar atraindo novos investimentos e empresas para Araras e melhorar os índices de saúde, educação e promoção social. É isso o que fez de Araras um lugar propício para negócios, obtendo resultados muito favoráveis, sendo o emprego o principal item para atingirmos o patamar que hoje comemoramos”, enfatizou.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Copyrıght Grupo Opinião. Todos os direitos reservados.