Calçadão: Munícipe questiona retirada de capela no prédio onde funciona a Casa da Memória

Local fica situado na Praça Monsenhor Quércia, Calçadão e funciona hoje a Casa da Memória “Pedro Pessotto Filho”.

Local fica situado na Praça Monsenhor Quércia, Calçadão e funciona hoje a Casa da Memória “Pedro Pessotto Filho”.

Um munícipe procurou a redação do Opinião para questionar a prefeitura a respeito do destino da capela que existia dentro do prédio da Casa da Memória e que antes era o Solar Benedita Nogueira. O ararense Wilson Gambini disse que sente falta do lugar. “Costumava ir rezar nessa capela. Voltei lá esses dias, perguntei para uma funcionária da Casa da Memória onde estava a capela, e ela disse que não existia mais”, ressaltou.

O cidadão ainda ressaltou que ouviu uma outra munícipe ligar em um programa da rádio e fazer o mesmo questionamento. “Não só eu. Várias pessoas tinham o costume de ir até a capela fazer as orações”, explicou.

Antes de ser a Casa da Memória “Pedro Pessoto Filho”, que foi inaugurada dia 15 de agosto deste ano, o prédio era o Solar Benedita Nogueira que abrigava meninas, o local é situado na Praça “Monsenhor Quércia”, no Centro.

Em nota a prefeitura esclarece que: “A Casa da Memória de Araras Pedro Pessotto Filho tem como missão resgatar e preservar nossa cultura e nossa história de maneira plural, eclética e multicultural. Tendo sido a história da Capela e do Educandário que funcionavam no Solar Benedita Nogueira preservada em espaço específico dentro do novo equipamento público.

Nesse espaço, uma sala especialmente dedicada às vivências litúrgicas da Capela e do Educandário, está inclusive parte do acervo da antiga Capela. Parte de seu acervo foi para o arquivo público, parte está em setores específicos da Prefeitura e as imagens e objetos litúrgicos foram para o museu sacro da Basílica Menor de Nossa Senhora do Patrocínio”, esclareceu.

(Gabriela Grigoletto)

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Copyrıght Grupo Opinião. Todos os direitos reservados.