CAMARA TODOS OS VEREADORES

Câmara adere à campanha de alerta contra o suicídio e ficará com a iluminação amarela a partir de amanhã

CamaraQuem passar pela Câmara Municipal de Araras a partir de amanhã (1º) notará que a iluminação do prédio estará na cor amarela com o objetivo de alertar a população sobre a importância da prevenção ao suicídio. No dia 11 de setembro haverá uma palestra sobre o tema durante a sessão ordinária.

Um projeto de lei sobre o tema de autoria dos parlamentares Francisco Nucci Neto (PR) e Regina Noêmia Geromel Corrochel (PTB) foi aprovado pelos vereadores na 22ª sessão ordinária, no dia 3 de julho. O projeto inclui no calendário oficial de Araras a Semana Municipal de Valorização da Vida e Prevenção ao Suicídio, comemorada sempre na semana do dia 10 de setembro, data em que é celebrado o Dia Mundial da Saúde Mental e Prevenção ao Suicídio.

Durante todo o mês de setembro uma faixa na cor amarela, símbolo da campanha, irá decorar o átrio do Poder Legislativo e as lâmpadas do prédio também estarão na mesma cor. Monumentos, logradouros e instituições públicas de Araras deverão aderir à campanha. Qualquer pessoa pode iluminar ou identificar a fachada de uma casa ou prédio, promover caminhadas com camisetas amarelas ou outras ações que impactem a população.

Para os vereadores que propuseram a lei, o diagnóstico e o tratamento adequado de distúrbios emocionais e mentais são importantes. “É um tema que exige muito cuidado e atenção das famílias em relação aos jovens. É preciso muita reflexão e conscientização sobre o assunto para que a vida seja sempre valorizada em Araras e em todo o planeta”, enfatizam.

A psicóloga Elaine Reis da Aheda (Associação de Educação do Homem de Amanhã), voluntária em eventos direcionados à prevenção do suicídio, ministrará palestra sobre o Setembro Amarelo no dia 11, durante a 32ª sessão ordinária na Câmara Municipal. Na oportunidade serão abordadas as formas de prevenção e ética na divulgação do suicídio, a importância de conversar sobre o tema com os jovens para quebrar tabus, além de números e estatísticas de casos no Brasil.

A Prefeitura Municipal também deverá realizar palestras e seminários sobre o tema aos alunos do ensino médio nas escolas municipais e estaduais, além de qualificar os profissionais da saúde na identificação de possíveis pacientes que se enquadrem nestes perfis.

O suicídio está diretamente ligado a uma profunda depressão emocional, ao stress, alcoolismo, ansiedade e síndrome do pânico. De acordo com informações divulgadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), 90% dos casos poderiam ser evitados.

 

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Copyrıght Grupo Opinião. Todos os direitos reservados.