tiro de guerra-cor

Jovens nascidos em 1997 têm até junho para alistamento militar

Ilustrativa

Tiro de Guerra de Araras: o alistamento militar é um ato obrigatório.

Os jovens ararenses nascidos no ano de 1997 e que completam 18 anos em 2015 devem se apresentar à Junta de Serviço Militar (JSM) do município para fazer o alistamento obrigatório. Caso sejam selecionados, os jovens poderão servir a uma das três Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica) a partir deste ano.

Para cumprir com seu dever cívico, os jovens do sexo masculino precisam apresentar na Junta Militar de Araras os seguintes documentos: certidão de nascimento original ou RG original, comprovante de residência atual, declaração de escolaridade, uma foto 3×4 recente sem adornos e com a testa e orelhas descobertas, e CPF, se tiver.

A Junta de Serviço Militar de Araras fica no Centro de Atendimento ao Munícipe “Antônio Casadei”, na avenida Zurita, 681, no Jardim Belvedere. O telefone para informações é o 3551-0751. Conforme informações do local, até ontem, dia 30, cerca de 300 jovens já haviam feito o alistamento militar. O prazo começou no dia 2 de janeiro e vai até 30 de junho de 2015.

Caso o convocado tenha filhos, também é necessária a apresentação das certidões de nascimento das crianças. Pessoas com deficiência precisam entregar atestado médico. Todos os documentos necessitam ser apresentados em suas versões originais. Conforme dados da Seção de Coordenação de Mobilização Militar do Ministério da Defesa, no ano passado 1,7 milhão de jovens se alistaram nas Juntas de todo o país. Cerca de 100 mil foram incorporados às Forças Armadas.

Segundo o Ministério da Defesa, o alistamento é um ato obrigatório, cujo descumprimento pode acarretar contratempos para o cidadão, como não poder retirar passaporte, ingressar no serviço público ou na iniciativa privada, entre outros. Além disso, a norma prevê o pagamento de multa, que varia de acordo com a quantidade de dias em que o candidato deixou de se alistar. Aqueles que perderem o prazo de alistamento (2 de janeiro a 30 de junho de 2015) só poderão participar da seleção em 2016, para se incorporar apenas em 2017.

Desde 1906, o alistamento militar é um ato obrigatório a todo brasileiro nato ao completar 18 anos de idade. Integram também esse universo médicos, farmacêu­ticos, dentistas e veterinários, de ambos os sexos, que se enquadrarem na Lei de Prestação do Serviço Militar pelos estudantes de Medicina, Farmácia, Odontologia e Veterinária (MFDV).

Em tempos de paz, as mulheres são isentas de alistar-se. O Certificado de Alistamento Militar (CAM) é o documento que comprova que o brasileiro do sexo masculino se alistou no serviço militar ao completar 18 anos. Somente o cidadão pode retirar o CAM. No caso de absoluta incapacidade física, um tutor ou curador poderá fazê-lo, bem como solicitar sua isenção do serviço militar. (Com informações do Ministério da Defesa).

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Copyrıght Grupo Opinião. Todos os direitos reservados.