Saema

Segunda etapa de obras na Zona Leste é iniciada pelo Saema

SaemaO Saema deu início à segunda etapa das obras para a melhoria do sistema de abastecimento de água da zona leste, na última segunda-feira (7).

A obra que terá quatro etapas deverá mobilizar equipes de caça-vazamento, pedreiros, encanadores, operador de retroescavadeira, bombistas, mecânicos e engenheiros.

De acordo com o presidente da autarquia, Rubens Franco Junior, a primeira etapa teve início há dois meses e consiste no serviço de caça-vazamentos invisíveis. “Os vazamentos invisíveis são aqueles que não ficam aparentes, ou seja, que estão aterrados. Utilizando equipamentos específicos, nossa equipe faz uma varredura nos ramais para localizar os vazamentos e reparar a tubulação”, explica.

Desde o início da primeira etapa, já foram localizados e reparados 50 vazamentos invisíveis na zona leste. 

Segunda etapa

Na segunda etapa, iniciada na última segunda-feira (7) está sendo implantada uma nova entrada de água, feita de ferro fundido e medindo 300mm. Esta nova entrada será um reforço para o abastecimento de água na zona leste, que atualmente possui uma de apenas 250mm. “Serão várias etapas que demandam tempo, porém, esperamos resolver um problema que se arrasta há anos no município, que é a falta d’água nas partes altas da zona leste, principalmente aos finais de semana, quando o consumo naturalmente aumenta”, conta Franco.

Ontem (9), para continuar com a implantação da nova entrada de água na rotatória do José Ometto, em frente à casa de bomba do Saema, foi necessário interditar uma das vias da Avenida Augusta Viola da Costa, sentido Hospital Pró Saúde para o bairro. O local está sinalizado e permanecerá proibido a passagem de veículos até a finalização da obra.

A terceira etapa consistirá na instalação de válvulas redutoras de pressão. O objetivo é diminuir a pressão da água em alguns locais da zona leste, impedindo que a tubulação seja danificada e que a água chegue até os bairros mais altos.

Para a última etapa, uma nova rede de água deverá ser implantada com início no centro da cidade até a zona leste, percorrendo cinco quilômetros. Para este serviço, será feito inicialmente um levantamento topográfico, para que se possa verificar a quantidade e quais os materiais necessários para a implantação da nova rede.

“Todas estas etapas estão dentro de um planejamento feito por profissionais da autarquia. Estamos trabalhando intensamente com equipe e máquinas próprias, mas ainda necessitamos de recursos para conseguir realizá-las com maior agilidade”, conta o presidente que ainda ressalta estar empenhado na busca por recursos, “estamos buscando estes recursos e temos a certeza de que logo as obras estarão finalizadas, por isso, contamos com a paciência e a confiança dos munícipes de que iremos melhorar o abastecimento no município onde for necessário”, finaliza.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *


Copyrıght Grupo Opinião. Todos os direitos reservados.